quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

VOLTANDO A CONTAR A HISTÓRIA DO PERIQUITINHO!

video
Continuando a história do periquitinho, depois que o encontrei com um dos pés preso, por uma massa não identificada, e constatar que os pais não o abandonaram e ele não podia voar, passei a cuidar dele. Durante o dia o colocava em uma casinha sem portas no jardim, e os pais o visitavam para lhe alimentar. E a noite eu o recolhia, de medo dos gatos o comerem e de alguma coisa acontecer com ele.
Nos primeiros dias meu marido só observava de longe, não querendo se aproximar.
No que amanhecia o dia seus pais voltavam e o chamavam, sem chance de não atender seus chamados, tinha que levantar e coloca-ló na casinha também era só, durante todo o dia era por conta dos pais, assim foi por mais ou menos duas a três semanas, até que começou a ficar forte e dar os primeiros vôos, continuo amanhã!
Texto e vídeo Maria Auxiliadora - filha de Iracema. 
(No vídeo os pais estavam o alimentando, foi filmado de longe, para não os incomodar).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores