segunda-feira, 27 de março de 2017

TUDO DE NOVO...!!!


Sempre estamos as voltas com uma missão de salvar um bichinho.
Ainda não contei o final da história do Bem-te-vi e já estamos vivendo outra.
Uma gata minha desapareceu, a um bom tempo, acreditava ter morrido mas,no dia 13/02/17, ao ir no quintal, ouvi uns miados de gatinhos novos, e me perguntei da onde será pois nenhuma das minhas gatas estava esperando gatinho. Para minha surpresa a gata desaparecida, voltou e deu cria a 4 gatinhos, na casa dos meus gatos em cima de um sofá que é deles dormir. arrumei uma caixa de papelão e os transferi para a caixa mas, ela não gostou e os levou de novo para o sofá.
Preocupada que eles caíssem os coloquei de novo na caixa.
 Quando fui dar comida para os outros gatos grandes, me deparei com ela em cima do muro com esse preto e branco na boca fui atrás, ela o largou em cima do muro e fugiu, na verdade o que achei é que ela ia levá-los embora, disse a mim mesma não vou mais interferir.
Depois disso  não a vi mais, cada vês que ia lá notava que os gatinhos miavam bastante, dois dias depois quando fui dar comida para os outros vi o cinzinha, se arrastando no chão, seu umbigo nem tinha caído, ele tinha saído da caixa, miando e se arrastando no piso áspero, estavam sujinhos e com fome.
Fiquei com dó mas, disse a mim mesma não vou me meter, e o coloquei com os outros e fui para dentro, antes porém observei que só tinha três, acho que ela levou embora o outro cinza, e abandonou os outros, também observei que o gatinho cinza que se arrastava no chão estava com a barriga muito brande.
Dentro de casa comecei a pensar neles e fiquei morrendo de dó, principalmente quando pensei que eles poderiam estavar com a barriga inchada porque quando são pequenininhos só fazem xixi quando a mãe os lambe. Não aguentei, fui ate lá e os trouxe para dentro, fiz curativo nos umbigos, os limpei cm algodão e realmente fizeram bastante xixi, dei de mamar com um conta gotas.
Um dia depois o pretinho não aguentou era o mais pequenininho e morreu, e no terceiro dia o preto e branco, só restando o cinza.
Uma de minhas filhas entrou no meio e disse; mãe leve-o no veterinário que eu pago, o levei e a doutora, me deu uma receita para fazer o seu mama mama, fiz tudo como ela mandou.
Vou contando como ele esta, por hora é só, volto logo.
Fotos e texto: Maria Auxiliadora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores