quinta-feira, 27 de julho de 2017

VOLTANDO A CONTAR A HISTÓRIA DA MASCHA

 
Como já falei aqui seus irmãozinhos não sobreviveram, mas o cinzinha lutava por sua sobrevivência, ainda não sabíamos se era fêmea ou macho, pois os gatinhos recém nascidos, só mais ou menos depois de um mês conseguimos ver seu sexo definido.
Para dar de mamar foi uma luta, pois sua boquinha era tão pequena que só dava para alimentá-lo com um conta gotas.
Ele era guerreiro, mamava tudo com força, as vezes se afogava e me assustava, mas aos poucos ambos fomos aprendendo a nos conhecer e entender, é entender mesmo os animais , eles sentem e sabem de tudo que esta ao seu redor, por isso, nunca devemos esquecer de além do alimento, tem que receber muita   dose de amor.
Fotos: Maria Auxiliadora


Seguidores