Sobre Iracema Wanick ( Sena)


Iracema quando jovem
 Iracema Wanick, nascida em Três Lagoas, MS em 21/08/1925, era considerada por muitos, como a moça mais bonita da cidade, a segunda filha de Aloyzio e Mercedes Wanick.
  Uma mulher, que estava a frente do seu tempo!!!
  De opinião quando não gostava de alguma coisa, falava o que tinha para falar na hora.
  Casou-se uma só vês, seu casamento durou 9 meses, como ela dizia - Se não deu certo pra que ficar insistindo e reclamando, não gostei, mandei a.....M... Separando-se voltou para casa dos seus pais, onde ajudou a comandar a casa a vida toda.
  Elegante e vaidosa, não saia sem se maquiar, sempre com seus modelos e bolças, da moda e seus sapatos de saltos altos.
   Seu lado artístico sempre esteve presente em sua vida, cantava, contava piadas, brincava de fazer mágicas para seus netos e parentes. 
  De espírito alegre, já de idade, quando certa vês viu em um filme, uma pessoa na hora do perigo dizer, -"Tô no bico do corvo", achou muito engraçado, e trouce esse chavão para sua vida, todos que chegavam, e perguntavam como  estava, ela prontamente respondia - "Tô no bico do corvo",
( há quem diga que também é dizer, das pessoas da região), apaixonada por carnaval, cinema e televisão, sabia o nome de todos os artistas e de seus trabalhos. 
 Extremamente responsável se dava a palavra, assumia -  muitas vezes atravessava a noite costurando, não deixava de cumprir seus compromissos.
  Amorosa e amiga sempre mantinha contato com todos, e se alguém necessitasse  não precisava pedir ela se oferecia para ajudar.
 Tinha suas portas sempre abertas a quem precisassem .
 Ciumenta, de seus pertences, era organizadíssima, como ela mesma dizia -  "Eu acho uma agulha no escuro se preciso", não gostava que mexessem em suas coisas. 
   Forte, não gostava de reclamação, nunca se queixava, extremamente reservada, muito poucos foram os que ouviram alguma coisa sobre sua vida amorosa.   
  Eternamente zelosa, sua família, sempre esteve debaixo de suas asas.
 Mãos de fada, na sua profissão, não era costureira, era modista, transformava tecidos em sonhos, quando alguém chegava tendo ou não modelo, verificava se ficaria bem para a pessoa, e com jeitinho opinava e mudava o que precisasse.
Seu prazer era a família, a cozinha, os doces e bolos de aniversários, casamentos e das datas festivas, era com ela, se alguém avisasse que viria visita-lá, esperava com  seus quitutes com certeza.  
 Católica, fervorosa devota de Nossa Senhora.
 Caridosa, sempre praticava caridade, há - não posso esquecer, também amava demais os animais.  
 Quando moça passeava e viajava, depois de sua aposentadoria, optou por ficar mais em sua casa, costurando somente para sua família e amigos, passou a sair, só nas reuniões de família, como ela dizia - "Deixa eu quieta aqui eu gosto de ficar em casa no meu canto, é o que eu gosto".
   Iracema, foi mãe e pai de sua única filha, Maria Auxiliadora Wanick, que viveram juntas durante toda sua vida. Sempre foi rodeada, e visitada por toda família, e nunca esquecida por seus amigos. 
  Amada eternamente por sua família, deixa saudades, e o exemplo da força e energia de um astral para cima, que nunca a abandonou.
  Lembrem-se dela com muita, mas muita alegria, pois é assim que ela gostaria.
 Foi ocupar seu lugar no Céu segurando na mão de Nossa Senhora Aparecida, que a buscou no seu dia,12/10/2013, (com 88 anos).
 De sua família e amigos que sempre a amaram, e nunca a esquecerão!
Maria Auxiliadora - filha de Iracema

Proibido copiar ou reproduzir fotos e textos, sem autorização, de acordo com a lei nº9.610de19.02.1998.

 Mensagem, escrita por: Iracema Wanick.
 De autor: Desconhecido.
Iracema com 6 meses 

Com 15 Anos em 1940
Com sua mãe Abbadia

Iracema e Família
Iracema com sua irmã Nair
Com suas irmãs Violeta e Gercia

   Iracema com sua filha Maria Auxiliadora, com 7 meses.

Casa onde morou em Três Lagoas MS
Casa onde morou em Goiânia - Goiás
Casa onde morou em São José dos Pinhais - PR.
Sua última residência em São José dos Pinhais - PR.


Proibido copiar ou reproduzir fotos e textos, sem autorização, de acordo com a lei nº9.610de19.02.1998.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores